."Viver é a coisa mais rara do mundo, a maioria das pessoas apenas existe".Oscar Wilde .
Sábado, 15 de Setembro de 2007
Espirito "on the road"
Houve um tempo onde elmos e armaduras cintilavam ao sol poente, em lutas de honra e riqueza, onde entre cavaleiro e cavalo, corria o mesmo sangue - e era o sangue da liberdade!!

Houve um tempo onde a espada e a coragem eram apostas pelo mesmo cavaleiro, de cuja coragem dependia também sua montaria - e era a coragem da liberdade!!!

Houve um tempo!!!...

Mas o tempo inexorável e suas brumas que a tudo apagam, não conseguiram exterminar esta extirpe, esta de Arthur e de Lancelotti , esta que, acima de qualquer recompensa, sempre soube derramar seu sangue - e era o sangue da LIBERDADE !!!

E nós motociclistas, cavaleiros modernos da távola de nossas famílias, herdeiros directos deste legado de busca infinita pela LIBERDADE, conservamos em nossa mentes e em nossas veias a LIBERDADE como essência de nossas vidas.

A liberdade como única forma de impregnar nossos pulmões com o ar contagiante da velocidade e nossos poros com o frescor absoluto da incrível presença da vida em nosso corpo - e é uma vida LIBERTA.

Se não temos mais a companhia cúmplice de corcéis e o amor impossível da "doce Dulcineia ", temos mais, temos a mais perfeita transmutação da liberdade jamais produzida, temos a mais conceitual presença da LIBERDADE em forma de máquina - temos o MOTOCICLO, não só nossa montaria de aço, mas nossa amante inseparável, a extensão de nossa mente, aquela que como ninguém entende nossa necessidade insaciável por LIBERDADE.

Quando nossa mão direita roda no acelerador e acorda de seu sono encantado nossa amante, quando o líquido precioso do combustível, abastece suas entranhas, quando a explosão compassada de seus pistões ecoam como trovões em dias de tempestade, quando toda o seu poder é transferido para sua roda e seu giro alucinante nos abastece de prazer e gozo, quando os quilómetros nada mais são do que dígitos que se multiplicam vertiginosamente escapando-nos da percepção, deixamos de ser homens, para sermos DEUSES, os verdadeiros DEUSES DA VELOCIDADE e da LIBERDADE.

1)

 

tags:
publicado por AntonioCasteleiro às 00:01
link do post | comentar | favorito

Este blog é um espaço de análise e opinião. Da minha análise sobre factos e coisas do dia a dia, e da opinião que à cerca delas vou construindo. Sobre o que escrevo, muitos dos que me lerem Estarão de acordo e muitos outros discordarão. Não há mal nenhum nisso. Assim uns e outros saibam Respeitar uma opinião contraria.Antonio Casteleiro

.Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
.ultimos 10 posts

. Mundança de endereço WEB

. Finalistas blogs.sapo.pt ...

. Tenhamos paciência...

. Para reflectir / Somos to...

. Lágrimas ... lágrimas ......

. Felicidade ...

. O que nos motiva a ser so...

. Alfabeto do amigo ...

. 1º de Maio - Dia do Traba...

. A pena !

.arquivos
.tags

. concentrações / convivios(9)

. convivios / concentrações(3)

. curiosidades / humor(2)

. curiosidades / humor etc(1)

. e esta!?...hem !!(1)

. historias de motociclistas(1)

. meditação(1)

. opinião(41)

. os anjos(8)

. pensamentos / reflexões(31)

. pensamentos / reflexões / poemas(12)

. politica(7)

. recordações(1)

. reparo(2)

. sim...??!! ou não...??!!(3)

. tome nota(9)

. viagens(2)

. viagens de moto(18)

. todas as tags

.links